terça-feira, 20 de maio de 2014

Resenha: Todo Dia - David Levithan

Título: Todo Dia
Autor: David Levithan
Editora: Galera Record
Páginas: 280
Ano: 2013

Todo dia A acorda em um corpo diferente. Não importa o lugar, o gênero ou a personalidade, A precisa se adaptar ao novo corpo, mesmo que só por um dia. Depois de 16 anos vivendo assim, A já aprendeu a seguir as próprias regras: nunca interferir, nem se envolver. Até que uma manhã acorda no corpo de Justin e conhece sua namorada, Rhiannon. A partir desse momento, todas as suas prioridades mudam, e, conforme se envolvem mais, lutando para se reencontrar a cada 24 horas, A e Rhiannon precisam questionar tudo em nome do amor.

Já imaginou como seria se você acordasse todo dia em um corpo diferente? Como seria ser outra pessoa, ou melhor, pegar o corpo de outra pessoa emprestado por um dia? Essa é justamente a premissa de Todo Dia. 

A é um(a) adolescente que todo dia habita um corpo diferente, sendo menino, ou menina, onde permanece por apenas um dia, antes de mudar de hospedeiro. Sua vida é basicamente viver a vida dos outros. Porém, ele tem personalidade própria e pensamentos únicos, que se adaptam a de seu hospedeiro, carregando consigo bastante conhecimento adquirido ao longo do tempo. O autor aborda de forma majestosa a diversidade humana; diferentes formas, culturas, pensamentos, problemas e até mesmo doenças. Trazendo uma análise psíquica dos seres humanos e abordando diversos temas como a importância da aparência, o preconceito, relacionamentos familiares, depressão, rótulos, sexualide, etc. É um livro extremamente reflexível e tocante, que faz você pensar sobre suas atitudes e valores pré-estabelecidos.

A sempre acorda no corpo de alguém com a mesma idade que ele, sendo esse o único padrão existente. Nem ele mesmo se entende, e já cansou de procurar as respostas que explique isso, se conformando com sua vida nada convencional e ditando para ele mesmo duas regras; nunca criar laços (evitando sofrimentos, pois no dia seguinte estará em um novo corpo e nunca mais verá aquelas pessoas novamente) e evitar estragos (vivendo o dia daquela pessoa da forma mais próxima que o dono do corpo viveria, sem alterar muita coisa, pois no dia seguinte o hospedeiro assumirá o controle e seguirá sua vida normalmente, sem se lembrar de muita coisa). Por causa disso, A é uma pessoa solitária, sem pais, amigos ou um relacionamento amoroso. Um de seus principais medo é morrer sem ninguém sentir sua falta ou saber de sua existência.

Tudo começa a mudar quando A acorda no corpo de Justin, um garoto mal-humorado que parece não se importar muito com nada nem ninguém, e conhece sua namorada Rhiannon, por quem logo se encanta. Rihannon é uma garota insegura, que apesar de ser tratada como lixo por seu namorado continua nutrindo seus sentimentos por ele. A encontra algo diferente em Rhiannon e sente uma necessidade de lhe proporcionar um de seus melhores dias, quebrando a regra de não alterar a vida do hospedeiro. 

Nos dias seguintes, ele passa a se encontrar com Rhiannon em outros corpos, sendo surpreendido por não conseguir esquecê-la. O amor que sente por ela quebra todas as regras que estabeleceu e ele luta para quebrar todos os problemas e obstáculos. Mas será que Rhiannon o aceitará como ele é e será capaz de amá-lo? E será que é certo a interferência que ele passa a fazer na vida de seus hospedeiros? Esse é o ponto X do livro, que tem um enredo  instigante e maravilhoso. O único ponto que poderia ter sido respondido é a questão de: o que A é afinal? O autor tentou abordar isso no final, mas acabou deixando de lado, o que me frustrou um pouco. Mas isso não teve muita importância na história ou prejudicou a leitura.

O livro nos mostra o quão imperfeitos somos e que por mais perdidos que possamos estar, sempre há salvação. Nos faz ver de uma nova forma a definição de gênero e sexo ao questionar se o amor pode ultrapassar as aparências do corpo, seja ele masculino ou feminino. Eu me irritei algumas vezes com Rhiannon, em outras me encantei. Mas em todo momento eu consegui lhe entender e por isso achei a personagem bastante realista. Essa é uma obra emocionante e sensível, que merece ser degustada com atenção e calma para não perder nenhum detalhe. 

Todo Dia é um livro diferente dos demais, que se destaca por sua temática diferenciada e a forma como o autor a aborda. É um livro original e inovador. Sua narrativa é em primeira pessoa e bastante cativante de acompanhar. A edição do livro, capa e diagramação estão impecáveis. Ponto para Galera Record, que vem me conquistando cada vez mais. O livro superou todas minhas expectativas e se tornou um dos meus favoritos. É um livro maravilhoso e que deve ser lido por todos.

Classificação:





Quotes:
"Se tem uma coisa que aprendi, é isso: todos nós queremos que tudo fique bem. Nem mesmo desejamos que as coisas sejam fantásticas, maravilhosas ou extraordinárias. Satisfeitos, aceitamos o bem, porque, na maior parte do tempo, bem é o suficiente."
"Que história é essa sobre o instante em que você se apaixona? Como uma medida tão pequena de tempo pode conter algo tão grande? De repente, percebo por que as pessoas acreditam em déjà vu, por que acreditam em vidas passadas; porque não há meio de fazer com que os anos que passei na Terra sejam capazes de resumir o que estou sentindo. O momento em que você se apaixona parece carregar séculos, gerações atrás de si -tudo isso reorganizado para que essa interseção precisa e incomum possa acontecer. Em seu coração, em seus ossos, por mais bobo que saiba que é, você sente que tudo levou a isso, que todas as flechas secretas estavam apontando para este lugar, que o universo e o próprio tempo construíram isso muito tempo atrás e agora você acaba de perceber que chegou ao local onde sempre deveria ter estado."
"Posso ficar parado bem ali e observá-la. Posso ver que a tristeza voltou. E não é uma tristeza bonita; a tristeza bonita é um mito. A tristeza transforma as feições em argila, não em porcelana. Ela está se arrastando." 
"A autopreservação de nada adianta se você não consegue conviver com o eu que está preservando."
"Eu sempre fico impressionado com pessoas que sabem que algo está errado  mas ainda insistem em ignorar, como se isso, de alguma forma, fizesse com que os problemas desaparecessem. Elas se poupam do confronto, mas terminam ressentidas de qualquer maneira."
"Na minha experiência, desejo é desejo, amor é amor. Nunca me apaixonei por um gênero. Apaixonei-me por indivíduos. Sei que é difícil as pessoas fazerem isso, mas não entendo por que é tão complicado quando é tão óbvio."
"As pessoas não dão valor à continuidade do amor, assim como não dão valor à continuidade do corpo. Não percebem que a melhor coisa sobre o amor é a sua presença constante. Assim que você estabelece isso, sua vida ganha uma base extra. Mas se você não pode ter essa presença constante, só tem uma base para sustentá-lo, sempre"

P.S: Me desculpem pelo sumiço, não, eu não abandonei o blog. Só não estou com muito tempo de mantê-lo ativo como antes, mas sempre que der estarei aqui com resenhas e novidades.

32 comentários:

  1. Já li várias resenhas sobre ele, mas a sua deixou mais explicação, eu gostaria de ler mas ainda não encontrei a vontade haha
    cara, seu blog é lindo!! Comecei um blog, ele é básico mas fiz com muito amor, dá uma visita? Beijos
    http://doceliterario.wordpress.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Amanda, dê uma chance pro livro que você não vai se arrepender haha
      Bem vinda, indo visitar o seu
      Beijos

      Excluir
  2. Quanto tempo!
    Ainda tenho que ler esse livro, minha irmã tem e ela me empresta. Mas nesses dias eu comprei muuitos livros e ainda tava relendo Percy Jackson, então ainda vou demorar um pouco para ler Todo Dia. Deve ser realmente muito bom, minha irmã leu em 1 dia!
    livros-e-nutella.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI Bea, quanto tempo! Pede pra sua irmã, pega escondido (zoas), mas leia haha. É muito bom mesmo, eu li em três dias mas dá pra ler bem rápido se tiver com tempo!

      Excluir
  3. Felipe!! Estava com saudades das suas resenhas perfeitas...
    Parece ser um bom livro, mais para os desejados.
    Bjos
    aculpaedosleitores.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Bia, fico contente que você goste, é sempre muito bom ter um retorno, obrigado. Eu recomendo demais, você não vai se arrepender :)
      Bjos

      Excluir
  4. Fiquei devendo resenha desse livro no Sem Spoiler.
    Achei maravilhoso!
    Uma ótima resenha, Felipe!
    Beijoooo
    http://sem-spoiler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Luciana, estou esperando sua resenha agora!
      Beijoo

      Excluir
  5. Quanto tempo Felipe! Bem-vindo de volta.
    Só ouço maravilhas sobre o livro, mas eu ainda não tive oportunidade de lê-lo.

    Bjim!!!

    Tammy - Livreando
    Faça-nos uma visita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado Aline! Você devia ler logo, recomendo muito! :D
      Beijos!!

      Excluir
  6. Oi Felipe!
    Quanto tempo!
    Sabe que sou doida para ler este livro, comprei em uma promoção, chegou essa semana, mas ainda não comecei a ler. Sempre vejo resenhas positivas sobre ele e acho que vou gostar bastante.
    Ótima resenha!
    Beijos

    Li
    literalizandosonhos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quanto tempo Aline!!! Ahh, estou esperando sua resenha, espero que goste como eu!
      Beijos

      Excluir
  7. Oi Felipe! Adorei sua resenha! Muito bem escrita! Eu li o livro faz pouco tempo e concordo com tudo o que vc pontuou sobre ele, só a última página do livro me decepcionou um pouco, não sei, fiquei chateada sem saber o que acontece com o A. Ah, vc já leu Six Earlier Days? São 6 contos sobre A antes dos acontecimentos de Todo Dia, super indico! Eu tenho em pdf em ingles, se quiser, manda um email que eu te encaminho :)

    Beijos
    Débora - Clube das 6
    http://www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Débora! Também me decepcionei um pouco com o final, mas entendi o que o autor pretendeu transmitir! Parece que o livro vai ter continuação, não lembro onde vi isso, mas espero que seja verdade. Obrigado de nada, mas meu inglês não é dos melhores, não conseguiria ler :(
      Beijos

      Excluir
    2. Oi gente... acabei de ler o livro e vim na net para ver se achava alguma explicação para o último capitúlo :/ adorei o livro, mas não conseguir entender o finalzinho :/ beijos

      Excluir
    3. Oi Barbara, pelo que eu entendi o livro acaba sem uma resolução, mas podemos ficar tranquilos pois a continuação ainda sai esse ano

      Excluir
  8. Adorei a resenha. Faz um tempo que estou planejando ler esse livro e sua resenha me deixou muito animada.
    Esse será o primeiro livro do David que vou ler, pretendo ler os outros lançamentos também pois só ouvi coisas boas a respeito dos mesmo e claro, do autor. ^^

    Blog | Paixonites Literárias Xx

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha te animado! O que dizer sobre esse autor que você só leu um livro e já um de seus favoritos?? HAHA Pretendo ler os outros livros do David logo logo também!

      Excluir
  9. Não me canso de falar o quanto eu amei esse livro e indicar ele pra todo mundo!
    Esse livro me conquistou de uma maneira que eu não consigo colocar em palavras.
    Tem tantos quotes que eu amei, que o livro ficou cheio de post-its HAHA

    Adorei a resenha!

    Livro de Capa Dura xoxo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somos dois, Vânia. Todo mundo já deve tá cansado de me ouvir falar desse livro! HAHA
      E meu livro também tá cheio de post-its, vai e volta eu releio algum trecho <3

      Excluir
  10. Ótima resenha, Felipe.
    Eu ja estava interessado no livro há algum tempo, mesmo sem saber direito qual é a história. Sua resenha ampliou minha persepção sobre o enredo e me fez ter mais vontade ainda de lê-lo.

    http://discodivinil.blogspot.com.br/

    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Arthur!! Fico feliz por ter te animado a lê-lo, nem preciso dizer o quanto gostei dele né?! HAHA
      Abraço!

      Excluir
  11. Uau não consegui parar de ler sua resenha. Fiquei encantada! Tenho o livro mas ainda não li, agr estou ansiosa. Todos falam mto bem desse livro, mas os detalhes q vc deu foram imprescindíveis para eu qrer ler o qto antes ;)
    Bjs
    www.depoisqueeumudei.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Carla, fiquei até emocionado! <3
      Leia o livro tipo para ontem! Haha
      Bjs

      Excluir
  12. Meu livro preferido do Levithan s2
    Parabens pela resenha, sucesso pra ti.
    Oficina do Leitor / Facebook

    ResponderExcluir
  13. Ótima sua resenha!! Esse livro me ganhou de uma forma *-* Se tornou um dos meus preferidos com certeza!! Sir David Levithan se mostrando cada vez mais um autor incrível; Desde Will Grayson (Que é o MELHOR livro do John Green!!!), depois li Garoto Encontra Garoto, MA-RA-VI-LHO-SO, e então Todo Dia, que tá em 1º lugar, mas eu comecei Invisível hoje, e wow, vamos ver quando eu terminar quem ganha. Agora eu vou dar uma olhadinha no seu blog pq yeah! tem o nome Cidade de Ossos ali em cima, e eu espero que seja uma constelação de estrelas viu?!

    ResponderExcluir
  14. Eu amei ler esse livro. Achei incrível do início ao ... Na verdade custei aceitar o final, mas sabia que era necessário.

    Beijos.

    Ana - http://okaygrandesobsessoes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O final realmente arranca um pedaço dos leitores que se apegam aos personagens, mas sinto uma certa esperança, sabendo que existe uma continuação e ela vai chegar no Brasil entre o final desse ano ao começo do ano que vem.

      Excluir
  15. Alguém que já tenha lido o livro, poderia me indicar algum outro que chegue pelo menos na unha do pé desse?

    ResponderExcluir
  16. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  17. acabei de ler e estou em choque...(apesar de atrasada rsRS) queria muiiito saber quem o A. e realmente!!!!:( sera que ele encontrou aquele bem dito reverendo?? tive esperança dele ter o seu proprio corpo, sem se apossar de alguem para que nao se sinta mal por isso.(quero continuçao e se possivel ate filme , mesmo sabendo que eles cortao a metade do que passa no livro rsrs)

    ResponderExcluir

Perfil


Felipe Mateus
Um devorador de livros. Viciado em young adult, sick-lit, distopia, fantasia, thriller e dentre outros gêneros que não sabe nem como classifica... O blog é uma forma que encontrou para expressar seu amor pela literatura.Mais?

Pesquise

Fanpage

Seguidores

Link me